domingo, 28 de junho de 2009

...uma escolha ruim para filmes...

Vamos comentar algo bem rápido...

Nas madrugadas desse fim de semana, deu para assistir dois filmes: "Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças" e "Juventude Rebelde".

"Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças" é um filme com o conhecido Jim Carrey, o que o torna um tanto chato. O ator interpreta o protagonista da história de uma forma bem desprezível. Resumindo: um drama com um ator de comédia. Rídiculo. Talvez, o único filme que tenha feito e fuja um pouco desse panorama seria "Número 23". Uma atuação até que um pouco considerável, mas nada de especial. Voltando ao filme, acho que o pouco que este chama atenção é em relação a forma que o diretor trabalha as cores (que revelam uma forte relação com a Teoria das Cores e com o psicológico dos personagens nas diversas situações passadas no filme), a linearidade do longa e só. Nada de tão chamativo, na minha opinião. (ATUALMENTE, DISCORDO DESSE MEU MODO DE VER. VIDE: BLOG ALUNO)

"Juventude Rebelde". Tosco. Simplesmente tosco.
Talvez o diretor tivesse em mente criar um longa do estilo de "Thirteen", cuja protagonista é a grande Evan Rachel Wood, mas o filme é horrível. Atores bem tosquinhos, cenas ridículas, sensacionalistas. O longa apresenta todos os tipos de drogas imaginadas, armas, sexo, etc. O problema não é mostrar isso, mas a maneira que o apresenta. Chato. Tosco. Não assistível. Previsível. Cansativo.

No final, o fim de semana não rendeu muito.
Filmes podres, perda de tempo, dinheiro jogado fora e sono atrasado.
O que salvou foram as tardes mesmo, mas as madrugadas de filmes...

Nenhum comentário:

Postar um comentário