sábado, 7 de agosto de 2010

Dia dos pais

Pai,

Primeiramente, obrigado. Obrigado por cuidar de nós e nos mostrar a como nos cuidar. Obrigado pelas piadas e pelos papos sérios. Obrigado pelas viagens para lugares quentes (as vezes como o México) e para lugares frios. Obrigado por jogar (ou melhor, ter jogado) bola conosco. Obrigado por nos entender, mesmo em meio a tantos problemas que já trouxemos. Obrigado por se alegrar com nossas alegrias e nos sustentar quando tudo parece dar errado. Obrigado pela forma de nos ensinar e nos amar. Obrigado porque hoje sabemos que o que somos e o que temos não faz parte do mero acaso, mas muito se deve pelo exemplo que podemos ter e ver naqueles que nos acompanham. Muito obrigado por ser pai, nosso pai.

São muitas as lembranças que temos juntos. Talvez, o obrigado seja responsável não apenas pelo início do texto, mas por toda a vida. Por isso, obrigado por nos ajudar a escrever as nossas próprias histórias e ver que o amor não se apresenta apenas na palavra “pai”, mas na pessoa que podemos ver nela.

André e Márcio.

2 comentários: